sábado, 31 de janeiro de 2015

Atitude em relação aos sabotadores bem intencionados da dieta



Hoje, ouvi uma mulher dizendo que cortou relacionamento com uma prima por causa da dieta. As duas começaram a fazer dieta na mesma época, mas a prima desistiu. E sempre que estavam juntas, a prima oferecia guloseimas para a outra, que continuou firme e achou melhor não mais visitar a prima, cortando um relacionamento de muitos anos. "Eu tenho que gostar primeiro de mim", dizia ela.

Que tema delicado! Não a conheço profundamente para fazer qualquer juízo sobre esse comportamento, nem me cabe isso, a não ser como exemplo para pensar na minha própria vida. Em princípio, acho estranho que algo (dieta) esteja orientado para o bem físico mas acabe criando discórdias. Mas também sei que inveja rola muito nessas situações.

Fico com pena. E, pensando em mim, acho que preciso sinceridade, firmeza e delicadeza com as pessoas quando me oferecem coisas, sabendo que estou de dieta. Noutro dia, uma pessoa da minha família foi à minha casa, levando doces pesadíssimos. Minha primeira reação foi ficar inicialmente com um pouco de raiva, vendo nisso uma "sabotagem" à dieta minha e da minha mulher. Mas, no fundo, as pessoas (pelo menos a maioria) não fazem isso por mal. Cabe a mim conversar com sinceridade e cordialidade, explicando que nesse momento é muito importante para mim manter minha reeducação alimentar e que, se possível, para ela me ajudar não me trazendo tentações rs.

O exemplo daquela mulher me recorda que o amor entre os familiares precisa estar em consonância com outros objetivos da vida, pelo menos em linha de princípio.

sexta-feira, 30 de janeiro de 2015

O verde amigo


Uma das rotinas que decidi adotar essa semana foi introduzir uma fruta/verdura/legume em cada refeição e lanche. Isso me levou a tentar elaborar saladas que eu nunca tinha preparado, mesmo sem me inspirar na internet.

Ontem, minha última refeição do dia foi essa salada aí, com 150g de batata cozida, 100g de carne assada, 1 colher de sopa de molho para salada, pouco queijo parmesão e pouco milho. Uma refeição de 10 ProPontos do Vigilantes do Peso.

Valeu muito a pena. Estava uma delícia. Estou me acostumando a ter o alface como grande aliado. Viva o verde!

quinta-feira, 29 de janeiro de 2015

Descoberta do dia: nova salada Venezia, do Spoleto. Cerca de 5 ProPontos do Vigilantes do Peso


Experimentei essa salada do Spoletto, da nova coleção "Revolução Verde". Com mix de folhas, camarão, bacon, tomate seco, milho e molho mel e mostarda, com um envelopinho de queijo parmesão. Adorei!! Simplemente delicioso!! Na medida certa. No meu caso, que estou fazendo Vigilantes do Peso, foi um almoço bem leve (estimo em apenas 5 pontos, de um total de 46 pontos que preciso consumir ao longo do dia). Vou experimentar com certeza as outras saladas!

O único ponto negativo é que não apliquei hoje minha resolução da semana de distribuir melhor minha alimentação ao longo do dia, para não concentrar a maior parte à noite. A essa altura, era para eu ter consumido 26 pontos, mas só comi 20 pontos.

Acho que vou consumir um sorvete Cornetto (7 pontos). Não só porque tá um calor absurdo aqui no RJ, mas também para avançar na minha reeducação alimentar. É que, no meu inconsciente, dieta significa sacrifício e comida sem graça. Mas se eu consumir controladamente guloseimas e se isso não afetar meu processo de emagrecimento, vou sair fortalecido na minha vontade em permanecer com essa vida mais saudável de escolhas inteligentes.

terça-feira, 27 de janeiro de 2015

Duas novas rotinas para uma reeducação alimentar sustentável

Ser resoluto sim!

Tomei como resolução dessa semana:

1. Distribuir melhor meu consumo diário (pontos no Vigilantes), não deixando para comer muito à noite, pois não tenho conseguido e, consequentemente, tenho comido menos do que deveria;

2. Incluir alguma verdura/legume/fruta em TODA refeição que eu fizer, inclusive os lanches. Já vinha fazendo isso nas refeições importantes, mas não nos lanches. Então, a partir de agora, sempre que eu vou comer, estou me perguntando: "Cadê o verde?"

Ontem, primeiro dia da semana, não consegui, mas identifiquei quais as dificuldades. Hoje, me planejei melhor e estou conseguindo.

Mas o fato de ter consumido mais nessa primeira parte do dia (comi 26 pontos, sendo que nunca tinha passado de 22 pontos nas outras semanas, um aumento de mais de 20%) está me deixando com um certo medo. Ficarei saciado durante a noite? Será que não vai ficar muito difícil?
A resposta racional é que tudo estará bem, até porque têm sobrado pontos. Ah, mas é uma pena que não sejamos tão racionais. Ficarei atento porque esse medo irracional pode me provocar a falsa sensação de fome (que não é fome, mas apenas vontade de comer por causa da ansiedade).

Acho que esse é o maior aprendizado que tenho tirado dessa reeducação alimentar: grande parte do sucesso se deve ao autoconhecimento, atenção sobre os sinais do corpo e planejamento de como chegar onde quero.

Se você quer emagrecer... tem que comer! O segredo da saciedade constante.


Noutro dia, eu estava na cozinha do meu local de trabalho e um colega passou por mim, indo ao banheiro. Ele me viu sentado, tendo à minha frente apenas um pote com salada. É que meu prato principal estava ainda no microondas. Quando ele retornou do banheiro, me viu comendo normalmente, e disse:

- Ah, bem! Achei que você só ia comer salada...
- Que isso! - disse eu. Se eu só comer salada, não emagreço!

Sabe aquela hora em que você diz uma coisa, e a outra pessoa leva alguns microssegundos para processar a informação enquanto fica com uma cara de surpresa? Foi o que aconteceu!

Para mim, essa foi uma das principais "descobertas" nesse início de reeducação alimentar: ficar sempre saciado é fundamental. A saciedade evita que eu "caia de boca" em alguma comida não planejada, torna todo esse processo de reeducação mais prazeiroso.

Estou usando essa informação a meu favor, como estratégia para não perder o rumo da minha dieta (reeducação alimentar). Há três momentos do dia em que sei que estarei mais suscetível a comer por impulso: 1) na hora que saio do trabalho e passo por uma lanchonete onde já comi muito sorvete (perto das 15h), 2) quando chego à rodoviária na minha cidade e passo por outra lanchonete onde já comprei muito biscoito (perto das 17h) e 3) quando as crianças finalmente dormem e eu posso relaxar um pouco em casa (perto das 21h).

Então, o que tenho feito? Simples. Minha estratégia é comer algo que me dê saciedade alguns minutos antes de esses "gatilhos alimentares" dispararem. Não preciso encher a pança. Uma fruta, uma barra de cereal já ajudam. Com água, é ainda melhor. E assim, quando passo por essas situações, estou mais fortalecido para não cair. Tão simples, meu Deus, como foi que eu não pensei nisso antes!

Tiro disso tudo duas lições. Uma, que é o assunto desse post, é sempre alimentar meu corpo antes de a fome colocar as garrinhas de fora. Outra é que o autoconhecimento, a atenção sobre os sinais do corpo, o pensamento estratégico devem fazer parte da minha nova rotina, até que tudo isso vire hábito.

segunda-feira, 26 de janeiro de 2015

Um bacalhau inesperado. E a dieta... está ótima!

Muito azeite, muito sabor e a dieta vai bem

Ontem, inesperadamente fui parar num restaurante português. Decidi curtir. Como o prato servia várias pessoas, decidimos coletivamente por bacalhau. Dentre as opções de fritos ou assados, por causa da minha dieta, escolhemos o assado. Então, a escolha foi um bacalhau a gomes sá. Estava absolutamente divino (conceito redundante, mas tudo bem).

Como vinha já com muuuito azeite, considerei que meus pontos do Vigilantes do Peso estavam estourados, e, feliz da vida, decidi que no resto do dia comeria só alimentos zero-ponto, como verduras, legumes e frutas. No final da noite, para não enfraquecer minha resolução -porque a saciedade é fundamental-, comi duas torradas Bauducco integrais.

Foi um passo muito importante na minha reeducação alimentar. Estou conseguindo aplicar a filosofia dos Vigilantes, que é comer de tudo, mas monitorando a cota diária e planejando as refeições. É uma questão de senhorio de si mesmo e foco nas finalidades das coisas. Fosse no passado, teria chutado o balde, como se diz aqui no RJ. Parece que estou avançando, não só na balança, mas na mente.

sábado, 24 de janeiro de 2015

Comer como um boi para emagrecer


Enquanto eu caminhava para meus nada gloriosos 108kg, minha esposa insistia comigo, dizendo para eu comer verduras. Eu desdenhava, dizendo que verduras são "a comida da minha comida". Ou seja, a verdura é comida do boi e o boi é minha comida (deu pra entender, né...rs).

Mas esse argumento "engraçadinho" só servia para eu driblar o óbvio. E, pouco a pouco, de piadinha em piadinha, fui ganhando... a forma de um boi. Precisei chegar ao meu pior para entender que o boi estava certo e o burro era eu!

Agora, sim, estou comendo como um boi!  Acabei de fazer uma salada aqui do meu jeito (fotinho abaixo). Levinha, saudável, para terminar bem um dia super bom de reeducação alimentar. Em poucos dias, já estou tendo até água na boca quando vejo uma salada. Isso é reeducação alimentar! Muuuuu-ito bom!


quarta-feira, 21 de janeiro de 2015

Documentário na Netflix: "Fat, Sick and Nearly Dead"


Vi o documentário "Fat, Sick and Nearly Dead", que foi sugerido por uma pessoa da rede social FatSecret. Você pode assistir no Netflix. Assistir documentários assim podem ser úteis para reflexões e para motivação.

O que o cara fez me lembrou um spa, pois saiu da rotina dele, mudou de ambiente e se impôs uma dieta. A diferença é que fez isso "sozinho" (embora não estivesse de fato sozinho. Teve uma equipe junto dele. E fico pensando cá comigo quem foi que patrocinou...).

Não gosto muito do tipo de dieta que ele utilizou. Não me parece natural, nem saudável, ficar só tomando suco. Prefiro pensar em alimentação equilibrada. Tomar só suco talvez seja válido para um "choque" no organismo, ou para uma dieta de desintoxicação, ou para perda rápida de peso por alguma necessidade (uma cirurgia, por exemplo). Mas creio que tenha que ser feito com prazo determinado (no filme, o cara fez em 60 dias) e com uma finalidade específica.

Estou cada vez mais convencido de que o meu foco deve ser reeducação alimentar, e não propriamente dieta. Tenho aprendido no Vigilantes do Peso a comer de tudo, mas com inteligência. Parece-me muito mais sustentável a longo prazo do que dietas malucas ou muito exigentes.

sábado, 10 de janeiro de 2015

Me associei ao Vigilantes do Peso



Depois de uma semana fazendo dieta por conta própria, me associei hoje ao Vigilantes do Peso. Subi na balança e estava com 105,4kg. Uma semana antes, estava com 108kg. Perdi bastante na primeira semana, embora tenha me pesado em balanças diferentes e, por isso, não vou considerar que perdi 2,6kg. É até possível, porque no início perde-se muito peso, mas não posso afirmar com certeza.

Participar das reuniões do Vigilantes é muito importante. Primeiro, porque estamos nos encontrando com pessoas que querem o mesmo e, como já escrevi aqui, isso é fundamental. Mas também porque recebemos dicas muito valiosas para o processo de emagrecimento, podemos tirar algumas dúvidas e, claro, temos que encarar a balança na frente de uma pessoa que está nos apoiando. Com certeza, quem se associa a um grupo como esse perde mais peso do que quem faz dieta sozinho.

Além disso, os associados recebem muito material e podem comprar outros muito interessantes. Vale a pena conhecer!

Não seria legal ficar postando o material deles aqui. Precisamos respeitar os direitos autorais e o investimento que as pessoas fazem. Mas o conhecimento que vou adquirindo, mesclado com minhas percepções e outras fontes de informação, isso sim eu vou colocar aqui. Como já escrevi, quero aqui em primeiro lugar fazer os registros que eu acho que serão úteis para eu mesmo consultar no futuro. E, em segundo lugar, compartilhar com outros que querem o mesmo que eu ou que simplesmente torcem por mim e estão me acompanhando.

quinta-feira, 8 de janeiro de 2015

Rede social para quem quer fazer dieta e perder peso

Logo do FatSecret.

Já andei procurando muito na internet sobre redes sociais voltadas para pessoas que querem perder peso. Incrível como falta isso no Brasil! Mas finalmente encontrei, é o FatSecret. É uma rede social americana, mas que tem uma versão no Brasil.

Acho que é fundamental você estar com pessoas que querem o mesmo objetivo. Isso ajuda muito na motivação, na troca de informações. Para tudo na vida, o grupo social é um apoio fundamental (para a religião temos a Igreja, para curtir um artista temos o fã clube, para concursos públicos temos fóruns e comunidades, etc.) e não seria diferente para quem quer deixar de ser gordo ou ganhar peso.

Nessa rede social, temos a interação entre membros. Você também pode registrar os alimentos que consome, e ele vai calculando as calorias que você ainda pode ingerir (não confundir com a pontuação do Vigilantes do Peso!). Também pode compartilhar receitas, ver informações nutricionais de alimentos a partir de um banco de dados alimentado pelos próprios membros, registrar e compartilhar seu peso e muito mais.

Vale a pena conhecer.

quarta-feira, 7 de janeiro de 2015

Comer na rua, dieta e reeducação alimentar

Comer na rua e falta de informação nutricional

Comecei a dieta no domingo passado (04/01/2015). Hoje, foi o primeiro dia em que comi na rua, por causa do trabalho. Muito difícil identificar direitinho os pontos do Vigilantes do Peso nesse caso, porque ainda não estou acostumado com as porções que utilizo.

Senti que não tinha "domínio" sobre as informações da minha refeição, porque não sei peso, pontos, etc. Isso me chateou bastante e acho que acabei comendo menos do que deveria.

Mas isso passa. Sei que aos poucos vou me habituar com as porções. Na verdade, tudo aqui é questão de hábito e, no fundo, não estou de dieta, mas sim em processo de reeducação alimentar (o que implica em novos hábitos). Na medida em que a reeducação alimentar for avançando, também saberei fazer escolhas melhores sem ansiedade para não fugir da "dieta".

domingo, 4 de janeiro de 2015

Aplicativo para calcular pontos do Vigilantes do Peso e monitorar emagrecimento

Logo do aplicativo ProTracker Plus


Depois de muito procurar, achei o aplicativo ideal para mim. Chama-se ProTracker Plus, que encontrei na AppStore por U$ 4,00. Ele ajuda no monitoramento do peso e calcula a pontuação adotada pelo Vigilantes do Peso (dos alimentos consumidos, dos ProPontos Ativos que se obtém com exercícios e dos ProPontos Extras semanais).

Já comecei a lançar os dados e isso ajuda a ter mais consciência daquilo que estou consumindo. A facilidade de ter sempre à mão um aplicativo para fazer registros, calcular o que já consumi, calcular os pontos a partir de informações nutricionais dos rótulos dos produtos, etc., é fundamental para mim.

Chega de ser gordo!






Esse não sou eu. Mas retrada meu estado de espírito hoje.


Cheguei no meu limite. Alcancei os nada invejáveis 108kg aos 40 anos, 31kg acima do meu peso ideal.

Sinto dificuldade para respirar bem à noite, para fazer coisas simples como calçar um sapato, dores em algumas articulações. Mas o que mais me dói é não ter disposição para curtir meus filhos e minha esposa. Sempre cansado, sempre desanimado, sempre prostrado.

Por isso, fiz a resolução de emagrecer. Começo hoje uma dieta. Mais, começo hoje um programa de reeducação alimentar. Vou usar por uma semana a dieta dos Vigilantes do Peso e, se minha resolução se mantiver nesses primeiros dias, vou me associar ao Vigilantes e levar a sério essa mudança.

Criei esse blog para registrar minha experiência para eu mesmo consultar no futuro. Mas deixo ele público porque acho que, se por um lado alguém nesse mundão de Deus pode aproveitar o que eu compartilho, por outro lado isso me expõe e me incentiva a não passar vergonha diante das pessoas que me conhecem.

Atualizações por E-mail

Socialize e fique mais forte!

As pessoas conseguem melhores resultados quando estão conectadas com outras que procuram os mesmos objetivos. Aproveite esse espaço para interagir com quem está na mesma luta! Você pode usar os comentários no final de cada postagem aqui do blog ou curtir a página do Facebook e interagir por lá. Conecte-se e fique mais forte!